Em uma crise humanitária sem precedentes, o número confirmado de mortes pela enchente em Queensland pode chegar aos 500 mil bovinos. Depois de ter passado pela pior seca em mais de 100 anos, agora são as chuvas na Austrália que estão castigando o continente afastado. Não chovia ao noroeste de Queensland há mais de 5 anos, agora, teme-se que até 500.000 cabeças de gado, a maioria de rebanhos gravemente afetados pela seca, tenham sido mortos pelas enchentes generalizadas. A extensão total das perdas não será conhecida por semanas; algumas propriedades permanecem debaixo d’água e as águas da enchente estão indo para o sul. Mas os órgãos da agropecuária dizem que a situação já se tornou “uma enorme crise humanitária”, afetando grandes áreas da região de Queensland.

DEPOIS DE UMA SECA PROLONGADA, ALGUMAS PARTES RURAIS DE QUEENSLAND RECEBERAM UMA CHUVA MÉDIA DE TRÊS ANOS EM UMA SEMANA.

Representantes do governo disseram que a extensão total das perdas da pecuária não será conhecida até que a água retroceda completamente, mas algumas estimativas apontam perdas de até 500 mil dos 10,5 milhões de cabeças de gado em Queensland. 

Alguns pecuaristas estão relatando um cheiro insuportável exalado pelos animais em decomposição e muitos deles não sabem o que fazer.

“Há porcos selvagens que virão e comerão, além de outros animais selvagens que virão e alimentarão, e provavelmente haverá uma praga deles depois disso.”

O executivo-chefe da AgForce, o órgão máximo da indústria pecuária de Queensland, Michael Guerin, disse que os agricultores podem levar décadas para se recuperar. “Não há dúvida de que este é um desastre de proporções sem precedentes”, disse Guerin.

“A velocidade e a intensidade da tragédia que está desdobrando-se torna difícil acreditar que em apenas uma semana desde que a chuva chegou e trouxe alegria aos produtores depois de 5 anos de escassez e logo depois se transformou em horror diante da enchente devastadora e sem precedentes que logo se seguiu. “Os últimos relatórios confirmaram o que mais temíamos, isso será uma enorme crise humanitária … e está em constante expansão para o sul”. O governo tem enviado silagem (possivelmente feno) de emergência para mais de 150.000 cabeças de gado que não têm outro acesso à alimentação.

Fonte: Compre rural

Compartilhe esse post!